Thursday, April 14, 2016

Escolas : Voltemos ao 150º Aniversário de Alice





Alice in Wonderland

É do conhecimento de todos que em 2015 se celebrou o 150º aniversário da publicação de Alice no País das Maravilhas de Lewis Caroll. Escrevi sobre Alice in Wonderland no meu post Schools: Alice's Adventures in Wonderland 150th Anniversary at The British Library (Março 2016). 

Uma obra "que foi inovadora numa época em que os livros para crianças tinham uma voz moralizadora. E sobreviveu aos tempos", segundo Rogério Puga, investigador em estudos anglo-portugueses, da Universidade Nova de Lisboa.


Lewis Carroll/ Charles Dodgson

Algumas curiosidades:

Lewis Carroll,pseudónimo do matemático Charles Dodgson, traçou as primeiras linhas desta obra literária a 04 de Julho de 1862, durante um passeio de barco. Partindo de Oxford em direcção à cidade vizinha de Godstow, onde o grupo de amigos iria tomar um chá na margem do rio. 




Alice Liddell (direita) com as irmãs por volta de 1859
 fotografia: Lewis Carroll

Do grupo faziam parte, Lewis Carroll, seu amigo, reverendo Robinson Duckworth, e as três irmãs mais novas do amigo de Carroll, o Dean Harry Liddell. Edith (8 anos), Alice (idade 10) e Lorina (13 anos). 

Para entreter as meninas, Dodgson/Carroll imaginou uma história sobre um mundo fabuloso, cheio de personagens fantásticas, e decidiu dar o nome de Alice à sua protagonista.



Alice Liddell,  7 anos
 fotografia: Charles Dodgson (Lewis Carroll) 1860

Alice Liddell gostou tanto da história que pediu a Dodgson/ Carroll para a escrever para si, o que ele fez, quando lhe enviou pouco depos um manuscrito com o título de As aventuras de Alice num Mundo Subterrâneo: Alice's Adventures UnderGround.

"Alice finally received the 90-page book, dedicated to 'a dear child, in memory of a summer day', in November 1864. "




Manuscript : Alice's Adventures under Ground

"This magnificent manuscript is an insightful journey into the origins of this enchanting tale. With 37 illustrations by Lewis Carroll's own hand, it is a remarkable look into his imagination and artistic talent."






Alice's Adventures UnderGround
Sir John Tenniel

Logo após terem lido o pequeno livro, as três irmâs convenceram Lewis Carroll a publicá-lo. A história foi acrescentada, editada, e ilustrada por um artista profissional Sir John Tenniel. Isto há 150 anos, como a história que todos nós conhecemos Alice no País das Maravilhas. A primeira edição, ainda com o título  Alice’s Adventures under Ground foi publicada em Julho de 1865. 

Ainda hoje, o dia 04 de Julho é celebrado como Alice's Day, celebrado em todo o mundo com actividades relacionadas com o universo da obra.

Alice2.jpg
Alice in Wonderland
Tim Burton, 2010
Claro que não esquecemos o maravilhoso filme de Tim Burton. Escrevi Alice no País das Maravilhas de Tim Burton (Março 2010), no meu blog alunos, sugerindo aos alunos que não perdessem esta obra cinematográfica de enorme qualidade, onde impera a criatividade magnífica a que nos habituou Tim Burton, mas que neste sua  versão ultrapassou todas as nossas expectativas.

"É todo um imaginário cultural que sobrevive àquela obra: a figura do chapeleiro louco, da lagarta, do buraco da toca do coelho onde Alice cai e descobre um mundo de 'non sense' e absurdo. É uma obra estranhíssima e ambígua",

Rogério Puga


Alice no Pais das Maravilhas
Mostra bibliográfica BNP
Portugal juntou-se às centenas de actividades em torno dos 150 anos da publicação de "Alice no país das maravilhas". Entre as actividades, destaco:




Iban Barrenetxea |  Espanha
Digital 2011

A Fundação Calouste Gulbenkian celebrou Alice com a exposição Um Chá para Alice (2013) que propus aos professores e educadores no meu post Aulas no Museu: Um Chá para Alice (Janeiro 2013).

Mais recentemente, em 2015, a Biblioteca Nacional de Portugal organizou uma pequena Mostra Alice no País das Maravilhar (1865-2015) : 150 anos que decorreu de 09 a 17 Outubro 2015.

Biblioteca Nacional de Portugal assinalou os 150 anos da publicação de Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carrol, com uma mini-mostra bibliográfica que reuniu algumas das traduções portuguesas e adaptações da obra, como por exemplo a que vimos na imagem acima publicada.


Alice
Teresa Lima
Mostra inaugurou a 09 Outubro, coincidindo com a Conferência Um Dia para Celebrar o 150º Aniversário da Publicação de As Aventuras de Alice no País das Maravilhas, que decorreu no Auditório da BNP.

"É um livro intemporal, ambíguo porque esbate as classificações entre o que é literatura para crianças e para adultos. Na época até havia uma discussão entre o que era realidade e fantasia na literatura e diziam que a fantasia era má para crianças. Foi revolucionário porque fala de loucura e de sonho"
Rogério Puga



illustration: Salvador Dali
Alice's Adventures in Wonderland
credits: Princeton University Press

Em 150 anos, o livro teve centenas de adaptações, versões, traduções e ilustrações. Ver algumas das ilustrações mais importantes em Schools: Alice's Adventures in Wonderland 150th Anniversary at The British Library (Março 2016). 

Sem esquecer as versões digitais (Abril 2010), os jogos de computador, (Abril 2010), e filmesrecursos educativos digitais já propostos neste blog.



As Aventuras de Alice
no País das Maravilhas
edição de bolso
http://www.wook.pt/

Portugal não foge à regra e estão disponíveis no mercado várias edições. Entre as quais a das ilustrações originais de John Tenniel, que deu corpo à figura de Alice, do Gato de Cheshire, da Lebre de Março ou da Tartaruga fingida.

Já falámos das adaptações para cinema, primeiro pela Disney e em 2010 por Tim Burton, entre outros. Apresentamos algumas adaptações ao teatro e musicais.



Wonder.land
Damon Albarn ,musical
O músico Damon Albarn  estreou no Reino Unido, o musical Wonder.land, a partir do livro e que continua em palco.

Uma peça que deve ser uma deliciosa adaptação, a julgar pelas imagens do vídeo abaixo publicado (versão inglesa), teaser do musical:




A peça continua em exibição até 30 Abril 2016. Assim, se for até Londres antes do final de Abril, não perca. Apesar de algumas críticas, o musical tem sido um sucesso.




Alice's Adventures UnderGround: A Reading

The British Library organizou uma conferência em Fevereiro 2016 Alice's Adventures UnderGround: A Reading.

"Lewis Carroll’s exquisite manuscript book is one of the great treasures of both English literature and the British Library. Join us for a rare reading of this version, telling the story of Alice in a form close to the world-famous published version."



Alice in Wonderland
The British Library
Também na British Library tem estado patente exposição Alice in Wonderland referente à celebração dos 150 anos passados sobre a 1ª edição do livro. A exposição termina brevemente, 17 Abril 2016. 



EdibleUMD

As celebrações continuam ainda ao longo deste ano 2016 em muitos países do mundo.

Ensino:

Com tanto material pedagógico, nehum professor pode perder a oportunidade de inserir nos currículos de Línguas nos vários ciclos de estudos.

Não esquecer as versões digitais, os jogos de computador que são recursos educativos indispensáveis numa sala de aula actual.

Todo o material informativo incluido nesta postagem tem por objectivo apoiar o estudo da Narrativa, o leque extraordinário de Personagens inspiradoras para a exploração do retrato físico e psicológico, bem como a noção espácio-temporal  muito inusitada.

Servirá de ferramenta de trabalho/ investigação a professores mais jovens que por vezes, carecem de orientação pedagógica, no desempenho da sua actividade.

Objectivos:

  • Estudo do Texto Narrativo;
  • Apropriação de técnicas de escrita criativa;
  • Apreensão de aprendizagens visuais, auditivas e cinestésicas;
  • Envolvimento dos alunos numa actividade temática em projecto transcurricular;
  • Desenvolvimento de auto-confiança e entusiasmo;
  • Enriquecimento vocabular;
  • Inclusão (beneficia os alunos com maiores dificuldades);

Currículos:
  • Línguas (materna e estrangeira); 
  • Artes: Educação Visual; Música; 
  • Tecnologias: uso de algumas das ferramentas, de forma a enriquecer os conteúdos criados, enquadrando-os em suporte digital.

Níveis:
Primário; Ensino Básico; Ensino Secundário; Ensino Vocacional (Artes & Design).

Rogério Puga acredita que milhões de pessoas conhecem a história e reconhecem as personagens sem nunca terem lido a obra. É um dos poderes do livro, diz, e uma das razões de fazer parte do imaginário colectivo.

Alguns pensamentos:


As crianças e adolescentes que crescem rodeadas de histórias têm melhor desempenho na escola e situam-se melhor na vida. Desfrutar de histórias desde muito cedo, desenvolve capacidades e aprendizagens importantes, como a literacia, criatividade e inteligência emocional.

Alunos de todas as idades adoram aprender através de histórias. Professores que introduzem histórias com apoio digital jogos no centro da aquisição de competências no processo de ensino e aprendizagens, numa perspectiva actual de enriquecimento curricular, e realização dos alunos ao longo de todo o percurso escolar, são professores inovadores que já compreenderam que os desafios nas escolas são muito maiores na consecução dos objectivos curriculares.

Recursos para Professores:




The British Library: Alice in Wonderland

“It’s sometimes said that Lewis Carroll’s Alice books were the origin of all later children’s literature"
Devo dizer que estou de acordo. Alice in Wonderland é intemporal. Sim, Feliz Aniversário Alice! Continuará a encantar a imaginação de jovens e adultos por muitos e muitos anos.

G-Souto

15.04.2016
Copyright © 2016G-Souto'sBlog, gsouto-digitalteacher.blogspot.com®

Creative Commons License
Escolas : Voltemos ao 150º Aniversário de Alice bG-Souto is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License. 

No comments: